O que os clientes

procuram numa agência

no pós-covid-19?

 

Perguntamos a CMOs e Diretores de Marketing.

E a resposta você confere aqui.

A The Heart trouxe a Bistrô, consultoria estratégica, para um estudo com o objetivo de entender como ficam as relações das marcas com suas agências.

Uma discussão atual - e necessária - para todos do mercado.

 PESQUISA                                                      -> 

Respondida por 30 heads de Marketing, diversos líderes de Marketing nos segmentos de FMCG, serviços e startup

QUANTI

QUALI

Entrevista de profundidade com 5 heads de Marketing

MODELO DE NEGÓCIO

                             

                                    -> 

dos clientes com contratos de fee afirmaram que devem mudar essa relação contratual pós-covid-19.

AS CARACTERÍSTICAS QUE OS CLIENTES MAIS VÃO PROCURAR NAS AGÊNCIAS SÃO:

ENTENDIMENTO DO CONSUMIDOR/GERAÇÃO DE INSIGHTS

EXEMPLO DE RESULTADO ACIONÁVEL - CASE + RESULTADO

EXPERTISE DIGITAL

  PRINCIPAIS 

  EXPECTATIVAS NAS 

  AGÊNCIAS  

     -> 

Como tudo, a relação entre marcas e agências já vinha sendo discutida, acelerando-se com a pandemia e ganhando destaque e atenção na sua necessidade de transformação diante de novos comportamentos e tecnologias.

EFEITO COVID-19

  GRANDE É UMA  

  COLEÇÃO DE PEQUENOS 

           ->  

 COLABORAÇÃO

As marcas estão à procura de uma agência capaz de misturar ativos de terceiros com soluções próprias, criando estruturas, planos e ideias mais eficientes e eficazes. Ou seja, que a agência possa ampliar a possibilidade de agregar especialistas, quando necessário, vinculada à entrega da estratégia criativa, gerando um produto final menos complexo e de menor gestão pelo cliente.

  MENOS SOBRE 360º 

  E MAIS SOBRE SOLUÇÕES 

  INTELIGENTES 

               ->  

  SISTEMA ABERTO

As marcas acreditam que as agências confundem o termo 360º com soluções inteligentes. É menos sobre estar presente em todos os canais e mais sobre estar onde a marca, o budget e o target entram em maior sinergia de resultado.

das marcas buscarão agências com maior capacidade de adaptação aos novos desafios.

  CRIAÇÃO NÃO  É 

  UMA ÁREA, E SIM UMA 

  FORMA DE OPERAR 

                   ->  

 FLUIDEZ

Deixar ideias e projetos fluírem de maneira mais leve é extremamente importante. Não se trata apenas de uma mentalidade, mas também de uma maneira  de operar que as marcas esperam de suas agências.

"IDEIAS PODEM VIR DE QUALQUER LUGAR"

  MAIS DO QUE DIGITAL,

  UM PENSAMENTO DIGITAL

  TRANSVERSAL 

        ->  

  DATA DRIVEN 

As agências precisam achar uma forma de casar estratégia, criatividade e mídia com dados. Apenas assim elas serão capazes de criar ideias incríveis que cheguem à pessoa certa, na hora certa, independentemente do canal.

Isso exige ser capaz de entender informações de maneira criativa e colaborar, ao invés de concorrer, com os gigantes de tech (facebook, google etc.).

  CONSIDERANDO AS MUDANÇAS 

  QUE TEREMOS NO MERCADO, QUAIS

  PILARES DAS AGÊNCIAS CONSEGUEM  

  AGREGAR MAIS VALOR?

CRIAÇÃO

ESTRATÉGIA DIGITAL

Se as agências precisam se adaptar e inovar, importante lembrar que nessa reconstrução as marcas também sabem que precisam evoluir em como enxergam as conexões com suas agências, sobretudo num olhar de parceiros.

GOSTARIA DE  RECEBER A PESQUISA NA ÍNTEGRA? PREENCHA O FORMULÁRIO E

FAÇA O DOWNLOAD.

                     ->